Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

Charles Jennings series |1 of 3| – 70:20:10 model impact (Impacto do modelo 70:20:10)

Hi, I’m here with Charles Jennings, an expert in learning and performance, one of the authors of this book: “70:20:10 – Towards 100% Performance”. And we’re going to talk about the 70:20:10 business impact. I’m Wagner Cassimiro and this is Espresso3.

Charles, could you give me some evidences of organizational impact of this model?

Well, there’s quite a lot of research that shows that organizations that use 70:20:10 and models which focus on learning as part of work rather than learning apart from work have impact.

For example, Bersin by Deloitte carried out a study that showed that those organizations that use informal learning, workplace learning including social learning, are three times more likely to excel at talent development than those that don’t. And that suggests that 70:20:10 is a powerful business driver and a very very good thing to do from a business point of view.

So, there’s a lot of other researches as well and there’s a study I was involved in, that was published about two years ago, that show that organizations which use models such as 70:20 to exploit learning in the workplace are, first of all, around four times more responsive to change, they report that they are four times more able to respond to changing business environments. They are three times more likely to have greater staff engagement and twice as likely to report higher levels of costumer satisfaction. So, four times more likely to report responsiveness to change, three times more likely to report staff engagement and twice as likely to report costumer satisfaction.

And Charles, what about the people in the organizations?

Well, again, the research shows that when we look and the individuals in the organization, those organizations that are encouraging people to learn in the workplace as part of the 70:20:10 model are around about three times more productive and around about two and a half times more engaged. And that’s based on research that showed that people who carried out around about eleven activities in the workplace, that was a development activity every month, as opposed to people who carried out none.

So there’s quite a lot of research apart from that that shows that organizations that use this model actually perform better at organization level but also the people in them also develop better and perform better.

 

Olá, estou aqui com Charles Jennings, especialista em aprendizagem e desempenho, um dos autores deste livro: “70:20:10 – Towards 100% Performance”. E nós vamos falar sobre o impacto dos 70:20:10 nos negócios. Eu sou o Wagner Cassimiro e este é o Espresso3.

Charles, você poderia nos dar evidências do impacto organizacional deste modelo?

Bom, existem muitas pesquisas que mostram que organizações que usam 70:20:10 e modelos que focam no aprendizado como parte do trabalho, ao invés do aprendizado segregado do trabalho, possuem impacto.

Por exemplo, Bersin by Deloitte realizou um estudo que mostrou que as organizações que utilizam o aprendizado informal, aprendizado no trabalho incluindo aprendizado social, são três vezes mais propensas a atingir excelência no desenvolvimento de talentos do que as que não utilizam. E isto sugere que o 70:20:10 é um direcionador de negócio poderoso e algo muito, muito bom para ser feito em um ponto de vista de negócios.

Então, existem muitas outras pesquisas também, e há uma pesquisa que eu estava envolvido, que foi publicada há cerca de dois anos, que mostra que organizações que usam modelos como o 70:20 para explorar o aprendizado no local de trabalho são, antes de tudo, cerca de quatro vezes mais responsivas à mudança, elas relatam que são aproximadamente quatro vezes mais capazes de responder a ambientes de negócio em mudança. Elas são três vezes mais propensas a mostrar níveis mais altos de satisfação dos clientes. Então, quatro vezes mais propensas a expor capacidade de resposta à mudança, três vezes mais propensas a expor engajamento da equipe e duas vezes mais propensas a mostrar satisfação dos clientes.

Charles, e as pessoas nas organizações?

Bom, de novo, a pesquisa mostra que quando olhamos para os indivíduos na organização, aquelas organizações que encorajam as pessoas a aprender no trabalho como parte do modelo 70:20:10 são cerca de três vezes mais produtivas e duas vezes e meia mais engajadas. E isto é baseado em uma pesquisa que mostrou que pessoas que fazem cerca de onze atividades no trabalho, isto é, uma atividade de desenvolvimento por mês, em relação com pessoas que não fizeram nenhuma.

Então há muitas pesquisas além destas que mostram que organizações que utilizam este modelo na verdade desempenham melhor no nível organizacional, mas também as pessoas nelas também se desenvolvem mais e desempenham melhor.

Ok! Muito Obrigado.

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!