Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

Série Guilherme Marback |3 de 3| – Valores do brasileiro

Olá voltamos com Guilherme Marback para falar sobre os valores do brasileiro. Eu sou Wagner Cassimiro, e esse é o Espresso3.

Guilherme, agora sobre o Brasil, quais são os resultados da pesquisa para o brasileiro? 

Muito bem, nós estamos inclusive numa fase de conclusão de uma pesquisa realizada em 2017, estamos curiosos para ver como ficou esse resultado, porque nós temos a informação de 2010.

Foi feito em 2010 e foi identificado o brasileiro como uma população, um cidadão muito relacional, muitos valores localizados no nível 2 de “Relacionamento”, assim como no nível 5 de “Busca de um Propósito e Significado” [Coesão Interna].

Quando o brasileiro observa a cultura atual ele identifica todos os problemas, os problemas que já conhecemos, relacionados com segurança pública, relacionado com as questões de burocracia, o próprio desemprego e tudo isso. E quando ele localiza para o futuro ele aponta muito claramente a relevância de transformar. Para o futuro, aponta muita coisa no nível 4, muito valores no nível 4, que é o nível da “Transformação”.

Só que não apresenta esse nível 4, que é o nível da “Transformação”, ele, como indivíduo, ou seja, uma interpretação que nós temos disso é que, ele identifica que existe os problemas, problemas que eles precisam resolver. O brasileiro, quando fizemos esse estudo em 2010, ele mostra muito que o problema está localizado na terceira pessoa. Existe uma certa ausência do protagonismo cidadão, esse seria talvez o grande chamado. Eles criaram o problema, o problema que eles têm que resolver. Procuramos os vilões, procuramos os heróis, mas não identificamos que a mudança tem que surgir a partir de nós mesmos.

Sim, e diante dos fatos dos últimos anos, ou seja, crise econômica e crise ética, o que você espera em relação aos valores do brasileiro?

Olha Wagner, eu acredito que nós estamos diante de uma extraordinária oportunidade histórica, porque as culturas nacionais que são construídas por um conjunto de fatos e acontecimentos históricos, elas têm mudanças a partir de momentos que são momentos onde algo grave e significativo acontece. Eu, que tenho acompanhado isso nos últimos anos, nunca vi um momento em que você vê tantas discussões a respeito do que são padrões de moral e ética, especialmente quando você vê os castelos desmoronarem, nas grandes empresas, os principais políticos envolvidos em problemas como eles estão envolvidos.

Então eu acho que é um momento que nós ouvimos muito falar o que que efetivamente é certo e o que efetivamente é o errado. Então esse é um momento importante de reflexão, e as mudanças só acontecem a partir da tomada de consciência.

O que eu espero e desejo muito fortemente, e me esforçarei para tentar influenciar nesse sentido, é que o brasileiro perceba que a liderança que tem a condição e a possibilidade efetiva de mudar essa realidade somos cada um de nós, no exercício da nossa cidadania.

E, exemplos nós temos tido, de algumas questões que a partir de uma grande movimentação social, e nesse aspecto toda essa nossa evolução das comunicações nos ajuda, e a partir de grandes movimentações sociais inclusive você vê os nossos governantes mudando algumas decisões, mudando algumas escolhas. Então é isso que eu espero que aconteça, dentro de um processo evolucionário, a partir de um novo nível de consciência por parte do cidadão e do exercício da cidadania.

Bem, então vamos aguardar ansiosamente o resultado dessa nova pesquisa, e também que o brasileiro tenha mudado. E obrigado por você, por acompanhar a nossa entrevista. Até mais!

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!