Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

Série Sofia Esteves |4 de 6| – Proposta de valor do empregador

Olá! Estou aqui com Sofia Esteves para falar sobre proposta de valor do empregador. Eu sou Wagner Cassimiro e este é o Espresso3.

Sofia, por que as organizações devem investir em uma boa proposta de valor do empregador?

Primeiro ponto é que se ela tem clareza dos seus objetivos e dos seus valores enquanto instituição, quanto mais ela puder ter isto claro e divulgado, dentro e fora da empresa, isto vai ajudar muito para que as pessoas possam analisar a aderência que elas têm a estes valores e cultura e ajudar a reter os profissionais que estão na empresa e atrair novos profissionais com os mesmos valores e cultura. Então, quanto mais as pessoas puderem entender os objetivos e o propósito pelo qual a empresa existe, e poder analisar se isso tem a ver ou não com os seus objetivos de vida, vai ajudar muito para que esta empresa seja valorizada e consiga trazer os melhores talentos e reter os melhores talentos.

E segundo sua pesquisa, quais práticas você tem percebido que as organizações estão fazendo?

Eu acho que hoje se tem um acesso, principalmente os jovens, eles dizem assim “Eu não acredito muito no que está escrito nas mídias sociais, ou no que as empresas falam dela própria”. Então, uma das práticas mais comuns é gerar que as empresas tenham, nos seus colaboradores, embaixadores. Porque nada melhor do que você falar bem da sua empresa. É muito mais potente, muito mais forte do que a empresa falar bem dela própria. Então, trabalhar em cima de casos reais, depoimentos das pessoas que vivem o dia a dia do trabalho, tem sido uma prática bastante difundida hoje no meio corporativo.

Além de estabelecer embaixadores, o que mais as organizações devem fazer para atrair os melhore talentos?

A primeira coisa é trabalhar em um processo seletivo ser o mais transparente possível, mais coerente possível com aquilo que eu estou buscando versus a realidade de uma empresa. O que eu quero dizer com isso? Muitas empresas dizem “eu quero trazer pessoas inovadoras, pessoas que queiram mudar o ambiente”, mas se ela não está preparada para receber pessoas com este perfil, a chance dessa pessoa entrar e sair é muito grande. Então, se ela tiver mais clareza do tipo de perfil que ela está buscando, e as pessoas dentro preparadas para receber estes profissionais, é fundamental. E no processo seletivo em si tem que ser muito transparente. Quais são os desafios? Hoje todo mundo quer saber quais são os desafios “cabeludos” que a empresa tem, para ajudar a resolver esses problemas. Durante muitos anos nós nos acostumamos com a empresa a falar que era tudo um mar de rosas lá dentro. Mas não! Hoje quando você traz “olha, aqui nós temos tais e tais desafios. Nós estamos impactados pela crise de tais formas”. Isso faz com que as pessoas falem “aqui eu posso agregar valor. Aqui eu posso fazer diferença”. Não dá mais para pintar de cor de rosa, como se fosse tudo lindo. Conte a verdade, seja transparente, porque você não só vai trazer pessoas com clareza do que eles querem, e aceitando este desafio, e você vai conseguir fidelizá-lo na empresa muito mais.

Até porque bons desafios formam boas pessoas.

Com certeza. Hoje todo mundo quer sentir que está sendo desafiado, que está evoluindo, que está crescendo, não só obrigatoriamente, evoluindo hierarquicamente, mas evoluindo de conhecimento, de vivência, de experiência de vida.

Ok. Muito obrigado!

 

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!