Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

O que podemos aprender com os indicados ao Oscar 2016?

Olá, estou aqui com a Profa. Marisa Eboli para falar sobre o potencial do cinema na educação. Eu sou Wagner Cassimiro e este é o Espresso3.

Professora, como os vídeos podem ser utilizados na educação?

Educar é contar histórias e os filmes têm este poder completo da narrativa porque além de criarem um ambiente que têm o enredo, eles têm a trilha sonora, a fotografia, os atores, que têm este poder de envolver as pessoas. Quando combinados com um livro, eles potencializam o aprendizado porque propiciam condições para que um instrutor conduza as reflexões com profundidade.

Professora, na safra dos filmes do Oscar 2016, quais são os grandes destaques?

Olha, são vários. Destacaria “A grande aposta”, com ênfase no mercado financeiro. “Divertidamente” na questão da inteligência emocional. “Spotlight” para dar ênfase e trabalhar a questão da ética e da ética profissional. “Perdido em marte”, tanto para a questão de uma gestão eficaz, quanto para a questão da sustentabilidade. Mas eu gostaria de destacar um:

Joy: o nome do sucesso” que aborda um caso real, que é o da Joy Mangano, uma empreendedora inovadora, uma mulher de negócios de sucesso nos Estados Unidos, até então desconhecida do mundo, que inventou um produto que todo mundo conhece, mas que talvez não associasse que ela ficou milionária com isso: um esfregão de chão que torce automaticamente, sem as mulheres terem que torcer com as mãos. Uma pessoa extremamente sofrida, criou os três filhos sozinha, quebrou muito a cara até realmente ter sucesso e desde criança ela inventava produtos de utilidade doméstica.

Então, é um filme que mostra toda a trajetória dela e propicia uma reflexão muito interessante ao se fazer essa comparação com outro filme que também está nesta safra dos indicados ao Oscar que é “Steve Jobs” porque permite fazer um paralelo entre semelhanças e diferenças desses dois empreendedores, de setores e produtos tão diferentes, um da alta tecnologia e ela de produtos da utilidade doméstica com uma tecnologia totalmente diferente. E permite uma comparação muito interessante, além da questão dos produtos, dos setores de atuação, por exemplo, ver a trajetória familiar de cada um e como cada um tem dificuldade familiares intensas e lida com isso de maneira totalmente diferente e como esta questão da inteligência emocional e comportamental é completamente diferente.

As soluções não são iguais, mas resultam em sucesso, não se pode negar. Habilidade de comunicação, a questão das atitudes, a questão da habilidade de vendas, habilidade de marketing, a própria questão dos relacionamentos profissionais se dá de forma diferente e toda a resiliência. Mostra como um empreendedor tem que ter uma alta resiliência, pois ambos quebram a cara e não desistem, quer dizer eles continuam firmes.

São situações muito diferentes que permitem justamente perceber pontos de divergência e pontos de semelhança e só isso já propicia um riquíssimo aprendizado sobre o que são empreendedores de sucesso.

Muito obrigado!

Eu é que agradeço!

EntrevistaMarisa03-02

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!