Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

Série Roberto Dumani |4 de 6| – Definição do perfil da liderança

Olá! Estou aqui com Roberto Dumani, executivo de RH, para falar sobre definição do perfil da liderança. Eu sou Wagner Cassimiro e este é o Espresso3.

Dumani, como definir o perfil da liderança em uma organização?

Olha, Wagner, isso começa com a definição de qual é o propósito dessa organização, qual é a cultura que ela quer fomentar, quais são os valores que ela quer materializar no dia a dia, o que ela quer que seja uma referência das decisões que serão tomadas no dia a dia.

O perfil da liderança é consequência dessa reflexão. Ele potencializa o resultado dessa organização, desde que ele tenha sinergia com essas outras questões. Então, na minha opinião ele é consequência destas questões.

E como promover o desenvolvimento dessa liderança.

Eu acho que começa com uma coisa muito simples, que é tanto do ponto de vista da organização, de avaliar qual é o “fit” que aquele indivíduo tem, quanto do ponto de vista do indivíduo, de qual é o “fit” que ele tem com a visão de valor, de cultura, de propósito organizacional. E aí não tem um juízo de valor sobre o que é melhor ou pior, o que é certo ou errado. É o que se adequa de maneira sinérgica.

Então, por exemplo, se eu tenho um estilo muito hierárquico e eu for trabalhar em uma empresa que tenha o propósito e uma cultura caracteristicamente de consenso, essa relação vai ficar complicada. E vice-versa. Se eu sou um líder que busca o consenso, que gosto de trabalhar em equipe e vou trabalhar em uma empresa cuja cultura, cujo propósito seja, de maneira consciente, ser mais hierárquica, também não vai dar a liga interessante, sinérgica e vai acabar gerando muito problema, tanto para mim, como líder, quanto para a organização.

Acho que esse exercício, que não é tão complexo, de incentivar que cada um veja qual é o “fit” que ele tem com aquela cultura, com aquele propósito, com aquele conjunto de valores, e também a organização de avaliar qual é o “fit” que esse líder tem com esses elementos é o primeiro passo. Se conseguimos identificar, filtrar e garantir um bom “fit” entre o líder a organização todo o resto fica mais fácil de conseguir.

Sim, e envolve uma participação da área de recrutamento e seleção e da área de educação.

Sem dúvida, da área de recrutamento e seleção propondo processos, ferramentas, métodos, mas também do líder dono daquela vaga, aquele que toma decisão sobre àquela vaga, de usar esses instrumentos, mas também avaliar se aquele indivíduo que está sendo promovido, ou está vindo do mercado para ocupar uma posição de liderança tem um “fit”, se ele vai conseguir ter a sinergia com os valores, com a cultura e com o propósito da organização.

Ok, muito obrigado.

Obrigado você.

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!