Wagner Cassimiro
View Wagner Cassimiro's profile on LinkedIn

Por que universidade corporativa?

Por que os sistemas de educação corporativas são chamados de universidades corporativas? Eu sou Wagner Cassimiro e este é o Espresso3.

Universidades, Academias, Escolas, Centros e por aí vai. Os sistemas de educação corporativa podem receber diversos nomes, mas o mais popular é o de universidade corporativa.

A diferenciação ao tradicional T&D e o fortalecimento de uma nova marca e de uma proposta de valor diferenciada e mais alinhada à estratégia foram os critérios que impulsionaram a organização de um novo sistema e consequentemente de seu nome.

Universidade corporativa faz alusão à estrutura de uma universidade tradicional, principalmente pela valorização do conhecimento e da aprendizagem, que hoje no mundo corporativo são fatores críticos de sucesso.

Mas as semelhanças não param por aí. Geralmente uma universidade corporativa possui escolas onde as competências críticas do negócio são trabalhadas e na universidade tradicional temos as faculdades. Seus facilitadores e conteudistas são os professores que disseminam e produzem conhecimento. Suas ações educacionais equivalem às disciplinas. E as trilhas de aprendizagem foram inspiradas no curriculum dos cursos. Há repositórios, recursos educacionais e espaços de estudo e de colaboração, assim como existem as bibliotecas nas universidades.

A governança de uma universidade corporativa também é inspirada em uma universidade tradicional. Há o papel do reitor, dos sponsors das escolas, que seriam os diretores das faculdades e a presença de conselhos e comitês para legitimar decisões e servir de alinhamento da atuação educacional aos desafios da organização.

Há ainda elementos que são quase idênticos em ambas, como os ambientes virtuais de aprendizagem, a atuação dos tutores e as avaliações de reação e de conhecimento. Também, os alunos que passam por elas se desenvolvem, impulsionam suas trajetórias de carreiras e aumentam sua empregabilidade em geral.

Algumas universidades corporativas de vanguarda possuem ainda atividades de pesquisa em competências críticas da organização para inovar e buscar a excelência na atuação. Outras, já fornecem inclusive diplomas em parceria com universidades tradicionais.

Embora semelhantes por um lado, são bem diferentes em seu propósito. Enquanto que uma universidade tradicional tem a missão de gerar e disseminar conhecimentos e de fornecer profissionais qualificados à sociedade, uma universidade corporativa foca a perenidade de uma organização, a sustentação de competências críticas ao negócio e a formação e o desenvolvimento dos indivíduos com viés econômico.

Embora não seja sua atividade fim, as organizações perceberam que o investimento em ações de educação corporativa é fundamental para manter padrões de qualidade, perpetuar sua cultura organizacional, desenvolver a liderança e dar suporte aos processos de mudança e de superação dos desafios estratégicos.

No final do dia, o nome é só uma etiqueta. Seus resultados são o que importa.

E, não perca: Espresso3 todas às terças-feiras.

aula-35-04-04

Leia outros posts

Receba nossos Cafezinhos em seu email e também por Whatsapp!

Increva-se!

Nome

E-mail

Telefone

Como conheceu o Espresso3?

 

Inscreva-se!